Escolhendo a melhor base para você

Eu já disse por aqui que acho que em se tratando de maquiagem os produtos de pele são aqueles devem ser escolhidos a dedo, certo? Pois então phynas, antes de comprar, você precisa analisar uma série de fatores que irão interferir diretamente no resultado. Não basta apenas ser um bom produto, de uma marca reconhecida. Se você fizer a escolha errada, provavelmente não vai gostar.

Aí a phyna cansada de sofrer resolve comprar a base perfeita. A primeira coisa é largar a sovinice de lado. Eu sempre digo isso, que uma boa base vale cada centavo do investimento, pois ela estará em contato direto com sua pele por horas e horas. E tudo o que você não quer é aquele resultado meia-boca, que vai durar pouco, não cobrirá suas imperfeições, ou pior ainda, que te trará algum problema de saúde. A base, como o próprio nome diz, é o passo primordial de uma make bem feita. Se ela não cumprir seu papel, comprometerá todo o resultado final. Então, seguindo esse raciocínio, se só puder gastar com um produto, que seja com uma boa base.



Tipos de base: cobertura e acabamento





Base stick (bastão) e cremosa compacta : Pode ser usada também como corretivo. Por ter uma consistência mais densa, a cobertura é alta, ou seja, reboco feelings. Geralmente possuem uma certa oleosidade. Acabamento com leve brilho.

Base líquida: É uma das mais versáteis, disponíveis para vários tipos de pele (fique atenta à descrição do produto). A cobertura pode ser bem sutil, no caso das ultra-fluídas e à base de água; ou de média à alta, conforme a textura fica mais cremosa. Essa cobertura também pode ser construída ao poucos, o que é uma mão da roda. A mesma base pode passear em looks mais naturais ou camada a camada, conceder uma cobertura mais densa e homogênea. O acabamento também depende do fabricante e tipo, podendo ser fosco (matificado) ou com brilho natural.

Bases em pó solta e compacta: Cobertura que vai de leve à média, conforme a quantidade aplicada. Desaconselháveis para peles secas. São práticas para o dia a dia, mas não tão eficientes na cobertura de imperfeições. O acabamento é por si só opaco.



Tipos de pele e a base mais recomendada



Entendido isso, você tem analisar o seu tipo de pele. Hoje existem bases específicas para cada tipo.

As mais secas precisam de produtos mais emolientes, hidratantes, para que os possíveis ressecamentos não se destaquem. Em geral, bases muito pesadas e de alta cobertura podem destacar linhas mais profundas, portanto, cuidado. As bases em bastão ou cremosas são interessantes pela cremosidade, mas é preciso ficar atenta para não ficar com cara de reboco. Fuja das bases com acabamento matificado! Prefira sempre aquelas que concedem um certo brilho viçoso, quase natural. Para esse efeito opte pelas bases líquidas e fluídas.

Se você tem a pele mista ou oleosa (euuuuu!!!) deve ficar atenta com a formulação da base. Ela deve ser livre de óleo e de preferência não comedogênica (que não obstrui os poros). Tente escolher bases específicas, pois elas não mudarão de cor e consistência ao entrar em contato com o sebo natural produzido por sua pele com o passar das horas. Evite a todo custo as bases em bastão ou tipo duo cake. Busque sempre as oil-free com acabamento mate, opaco. No mercado muitas bases líquidas ou em mousse com esse efeito já estão ao alcance do consumidor. As bases em pó, especialmente as minerais, também são recomendadas, pois as partículas do pó ajudam a absorver a oleosidade.

Já se você é uma felizarda de pele normal, cuide muito bem dela, pois qualquer base é aceita. Nesse caso, escolha o acabamento que mais te agrada e se joga. Nunca é demais evitar o óleo, que pode obstruir os poros.


Aplicação



Existem diversas formas de aplicar a base, e não posso dizer que existe uma certa ou errada. Você vai descobrir aos poucos a que mais te agrada.


Bases em pó podem ser aplicadas com pincel tipo kabuki ou para pó, ou ainda com esponjas. Bases líquidas, cremosas e em bastão podem ser aplicadas com as mãos, pincel específico com cerdas sintéticas ou esponjas de látex (que não absorvem o produto). Pense que com as mãos sempre acontece um desperdício maior, por isso prefiro os pincéis como o tradicional e o duo fiber. E pode confiar que o acabamento fica bem mais delicado.

Algumas bases secam bem rápido quando entram em contato com a pele, por isso vá aplicando e espalhando aos poucos, sempre do centro para as laterais. Isso evita manchas e irregularidades na cor.

Ao aplicar, sempre puxe em direção à raiz do cabelo e também ao pescoço, para que não fique uma divisão óbvia (e horrorosa) entre essas partes.


A cor correta



Na hora de escolher a cor atenção: teste no rosto, e não em qualquer outro lugar. Não, não vale o dorso da mão. Se possível, a espalhe sobre o rosto e vá para ambientes com diferentes tipos de luz – natural, fria, amarela – e observe se a base se fundiu com sua pele. Se puder, bata uma foto com flash. É que só ele revela um possível efeito fantasminha (cara esbranquiçada), que é um horror. A base deve ser do seu tom exato.


Mas aí entra uma questão: a gente muda de tom ao longo das estações do ano… Mesmo que de leve, mas muda. Então, você pode ter um tom de pó mais claro para acertar a tonalidade no inverno, por exemplo. De qualquer forma, a minha opinião (minha, viu?!) é que é melhor errar para um tonzinho mais escuro do que mais claro…


Dicas


  • Algumas bases transferem muito. Isso significa que saem no colarinho da roupa, no guardanapo, no celular, etc. Por isso é tão importante testar antes de comprar, pois isso pode ser bem incômodo.




  • Antes de aplicar a base sempre lave bem o rosto e passe um hidratante específico para seu tipo de pele.




  • Muitas bases já vem com proteção solar. Mas nem sempre o FPS é suficiente. Analise e, se for o caso, não esqueça do protetor solar logo após o hidratante.




  • O uso de um bom primer irá disfarçar poros e linhas, preparando melhor a pele para a base. Não é indispensável, mas pode colaborar muito para um bom resultado.
  • 8 comentários:

    Miss Kitty disse...

    Olá Vanessa,

    Ando indecisa quanto à compra de uma nova base já que nunca acerto! A minha pele é mista, mais oleosa na zona T. Aconselha alguma em especial? Não queria uma muiiiito cara, não.

    Beijinhos

    Lis disse...

    Toda vez que eu vejo um post sobre bases me dá duas dores: Uma na consciência e outra no bolso... Estou aguardando ansiosamnte a Superstay, dessa vez eu não posso errar!
    Beijooo
    Amei o post suuuuuper explicativo!

    Vanessa - Anyway... disse...

    Miss Kitty, leve em consideração as dicas, mas para peles mistas e oleosas as bases mais secas e com acabamento mate são sempre as melhores. Gosto muuito mesmo da ColorStay da Revlon para peles oleosas, da base de cobertura média da Mary Kay (também específica para peles mistas e oleosas) e a Dream Matte Mousse da Maybelline. A mais cara dessas três é a da Revlon, mas mesmo assim fica mais barata que as Mac e Lâncome por exemplo, sem dever nadinha no resultado. A da Mary Kay também é muuuito boa. O único problema da Dream Matte é que ela transfere mais que as outras, mas também é ótima.
    Espero ter ajudado, bjim

    Lis, sofre com isso não menina... Vai se virando nos truques até a Super chegar, e depois conta pra gente... Bjos

    Viviane Tassi Brabos disse...

    Van, que post maravilhoso. Comprar base é um calvário pra muitas mulheres, eu mesmo já fiquei em dúvida várias vezes. Uso base líquida com FPS, da Natura Diversa, gosto muito, mas sabe quando vc tem um leve ímpeto de querer trocar, hehehe ( coisa de mulher), estou a procura de uma base perfeita. Minha irmã comprou uma da MAC, morri, perfeita, deixa a pele com aspecto de pêssego, acho que essa vai ser minha escolha.

    Bjo

    Cafofo da Fran disse...

    Adorei a dica

    Nanna Barbieri disse...

    Ótimas dicas...
    É bem complicado achar a nossa base perfeita, né!?
    BjoO

    Amandinha disse...

    Oi Vanessa!
    tenho gostado muito das base líquidas!
    alias, to virando uma viciada em base com efeito natural!
    bjs
    amandinha

    Viablushop disse...

    Olá!
    Você é seguidora do blog Diário da Moda quando ainda éramos blogspot, a novidade é que migramos para o wordpress, afim de melhorar este espaço que dedicamos a você, com dicas de beleza, maquiagem e as últimas tendências da moda. Acesse http://www.diariodamoda.com/ teremos o prazer de tê-la como nossa seguidora.

    Um beijo,
    Carlos Paredes
    Diário da Moda