FDA alerta: chumbo em batons Covergirl, Maybelline e L'óreal


Pesquisa recentemente publicada pela a agência de vigilância sanitária dos EUA, o FDA (Food and Drug Administration), revelou a presença de chumbo em batons comercializados por muitas das mais vendidas marcas do país. Entre os dez primeiros lugares do ranking, L’óreal, Maybelline, Covergirl e Nars foram as que apresentaram maiores níveis do metal em sua composição.

O chumbo é um metal pesado que se acumula no organismo e pode causar diversos danos à saúde, desde liberação de neurotoxinas que provocam distúrbios comportamentais e de aprendizagem, até mesmo câncer. Ele pode ser ainda mais perigoso para crianças e mulheres grávidas.

A Maybelline foi a primeira colocada no ranking de contaminação, com o batom Color Sensational. A marca ainda aparece mais uma vez entre os dez piores e outras 24 no total. A L’oreal, com o Color Richie, ficou com segundo batom com maiores teores de chumbo, e ainda aparece 32 duas outras vezes. A Cover Girl teve duas classificações entre os 10 ‘campeões’, voltando a figurar outras 23 vezes. A Nars e seu Semi Mate Lipstick, apareceram 6 vezes na lista, sendo que duas delas entre os 10 mais contaminados.



A pesquisa só veio acirrar ainda mais os ânimos da controversa discussão que tem de um lado o FDA e de outro a Campanha por Cosméticos Seguros. Uma falta de regulamentação dos níveis do metal em produtos de uso cosmético norteia a questão. O FDA alega que como os batons não são ingeridos, os níveis de chumbo encontrados neles, em duas rodadas de pesquisa, não apresentam um risco à saúde. Do outro lado, médicos e grupos de defesa alegam que o FDA não apresentou bases científicas concretas que excluam a possibilidade graves danos à saúde a longo prazo. Para a Campanha, pequenas ingestões diárias advindas de atos como passar a língua nos lábios podem sim ser prejudiciais.

Fato é que os níveis encontrados pelo FDA no primeiro estudo realizado em 2007 eram muito menores do que os constatados no atual. Se comparadas, a concentração de chumbo encontrada na  primeira colocada da pesquisa mais recente (Maybelline) é mais que o dobro da apresentada pela primeira colocada em 2007 (Cover Girl).

A batalha é uma guerra de gigantes entre cientistas e a milionária indústria cosmética. Enquanto estudos não revelam o impacto real dos níveis de contaminação a longo prazo, as indústrias defendem-se afirmando que o chumbo não é acrescentado intencionalmente aos batons. Os níveis seriam explicados pelo uso de corantes adicionais, aprovados pelo FDA,  que por serem de origem mineral podem conter traços de chumbo que existem normalmente no solo, água e ar.  

Enquanto nos EUA a FDA não limita os teores de chumbo e outras substâncias nocivas em batons, a União Européia limita o uso de mais de mil substâncias químicas. Os interesses milionários das indústrias parecem prevalecer, já que o órgão americano delega aos fabricantes a responsabilidade por testes de segurança e eficácia em seus produtos.

E paras a Macmaníacas curiosas, a notícia é boa. As concentrações de chumbo nos batons da marca são relativamente pequenas, chegando a ser quase 4 vezes menores do que as encontradas nas marcas mais contaminadas. E entre os baratinhos, destaque para a Wet’n’Wild.  

São muitas perguntas e poucas respostas. E como cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém, eu prefiro evitar os batons da L’oreal, Maybelline, Cover Girl e Nars até que uma regulação seja estabelecida. E vocês, o que pensam sobre o assunto?

8 comentários:

Juliana Fonseca disse...

Vixe! Vendo as imagens dos batons da maybelline, fiquei morrendo de medo! Tenho alguns! :(

Bjs

Patrícia disse...

Não entendo como uma empresa como a L'oreal consegue fazer a gente praticamente comer chumbo e ainda testar em animais... Sou do time Macmaníacas que tem super qualidade, com menos porcarias e é livre de crueldade!

Listinha de Luxo disse...

Melhor evitar mesmoo...

Beijos

Bruna Araújo disse...

Parabéns pelo blog, muito lindo, adorei.

ontendency.blogspot.com

Natália disse...

existem diversas marcar nacionais que também contem muito chumbo, e na minha opinião, sim faz mal a saúde porque tudo o que passamos em nossa pele, é absorvido pelo organismo, e é muito fácil descobrir se um batom tem chumbo, use uma peça que seja de ouro, por exemplo uma aliança, esfregando sobre o batom na pele, dê preferência a tons claros, pois a mudança na tonalidade do batom é surpreendente,o batom fica "preto" na hora.

Helenice disse...

Excelente post! Texto de conteúdo e interesse público. Não basta gostar de moda e beleza , é preciso ter consciência das coisas. Dizem que os batons do AVON também tem chumbo.

Anônimo disse...

Vc sabe qual a função do chumbo nos batons? será melhorar a fixação?
Fiquei imaginando se marcas tão conceituadas utilizam substâncias controversas na fabricação dos seus produtos, como será no caso dos baratinho??Ai, ai....medo!!!!!

Vanessa - Anyway... disse...

Anonimo, como eu comentei no post, muitas vezes o chumbo não é acrescentado intencionalmente, mas está presentes em corantes que são responsáveis pela fixação da cor. Por isso os batons com mais índice de chumbo em algumas marcas são os vermelhos. Mas olha, tem baratinhos que não abusam da substância, como a Wet'n'Wild. Pra ter certeza, faça o teste de esfregar uma peça de ouro sobre o batom na pele, como explicou uma leitora acima. É sempre válido o alerta...