Curvex: dicas para usar esse grande aliado

Ele mais se parece um instrumento de tortura, mas é na verdade um grande trunfo de maquiagem. O curvador de cílios, popularmente conhecido por curvex, mete medo em muitas mulheres que temem manuseá-lo. Só que não é pra tanto, já que ele não é nenhum bicho de sete cabeças. Eventuais beliscões podem até acontecer, mas nada que justifique uma tão malvada fama. 

O objetivo do curvex é dar um formato mais definido aos cílios, separando-os e concedendo curvatura. O aparelho comprime os fios, dando forma.  O efeito é de um olhar mais aberto e feminino. 

Existem muitos modelos disponíveis no mercado. Os mais populares, e muitas vezes mais eficazes, são os de metal (entre eles o famosíssimo Shu Uemura), mas no mercado é possível encontrá-los em diferentes formatos e materiais. Existem até os chamados curvadores térmicos, que se aquecem e prometem uma curvatura que se mantém por mais tempo. Se for sua primeira experiência, comece testando os mais em conta, e observe com qual você se adapta melhor. Assim como tudo na vida, as preferências são muito pessoais e cada escolha se baseia em um parâmetro. Então, use o que você mais gostar, independente do que os outros julgam mais adequado. 



Então vamos às dicas :


  • Importantíssimo dizer que o curvex deve ser usado com os cílios secos e completamente limpos, sem nenhum resquício de máscara. Se você teimar e usar após o rímel, especialmente os à prova d'água, pode quebrá-los. Em alguns casos, o curvador pode grudar nos cílios e até arrancá-los. Não se preocupe, isso não irá acontecer se você usar o aparelho corretamente. Lembre-se, ele é uma preparação para a máscara: sempre use-o antes. 
  • Se o seu modelo não é térmico, mas mesmo assim você quer um efeito mais durador, há um pequeno truque que ajuda muito. Aqueça a ponta do curvex com um secador de cabelos por alguns segundos. Cuidado para não aquecer demais o metal e acabar se queimando, por isso teste a temperatura com os dedos antes de encostá-lo no olho. 
  • De frente para o espelho, curve a cabeça levemente para trás, abra o curvex e posicione-o rente a base dos cílios. Antes de apertar com firmeza, feche levemente, para se certificar de que apenas os fios estão entre a parte de metal superior e a borrachinha inferior. Esse é o macete para evitar beliscões. Caso você sinta que será beliscada, mova minimamente o curvex para fora e repita o teste. 
  • Para uma curvatura mais perfeita, olhe para baixo e vire suavemente o curvex para cima. Você pode ainda soltar, posicionar o curvex mais no meio dos fios, pressionar mais uma vez e por fim repetir o processo nas pontas. 
  • As borrachinhas do curvex se ressecam com o passar do tempo e precisam ser substituídas. Em média, duram 6 meses. Fique atenta à troca, pois uma borrachinha velha além de "criadouro" de germes, bactérias e fungos, pode contribuir para a quebra dos cílios. 
Agora que você não tem mais motivos para temer, vá agora mesmo para frente do espelho treinar. E vá ciente de que após dominar a técnica, você numa mais viverá sem um curvex!

5 comentários:

Aline Helen disse...

Eu (iniciante nesse mundo fantástico de maquiagem) já estou louca por um faz um tempinho, mas estou procurando uma boa opção de preço ainda... Eu não sabia que não podia usar depois da máscara, não vou esquecer mais! Rsrs

Sony disse...

Com certeza, é impossível viver sem o curvex!!!! vc explicou direitiunho
Bjs

Anita disse...

Acho curvex algo muito estranho, ainda não tivr coragem de comprar um.

http://anitamakingof.blogspot.com/

Listinha de Luxo disse...

Muiiiito bom....confesso que muitas vezes a preguiça me vence e não uso o curvex...mas depois vejo como ele faz falta num make poderoso...

beijosss

Vanessa - Anyway... disse...

Aline, em perfumarias tem uns baratinhos que até funcionam bem. O da Contém 1g é um pouco mais caro, mas tem boa qualidade. Não deixe de experimentar!

Sony, acho que sei viver sem muitos itens de maquiagem, mas nunca sem curvex, rs.

Anita, cria coragem menina. A idéia desse post é justamente mostrar que não é um objeto de tortura e nem um bicho de sete cabeças. É só perder o medo e treinar um pouco para logo se apaixonar.

Ana (Listinha de Luxo), eu sou tão viciada em curvex que nem toda preguiça do mundo me faz deixá-lo de lado. A diferença é gritante...

Bjos